Ministério da Cultura
Sociedade

Secretária de Estado da Cultura avalia infra-estruturas em Benguela


Para avaliar o estado das infra-estruturas culturais, no âmbito das acções de protecção e valorização do património histórico-cultural e da implementação da política cultural, uma delegação do Ministério da Cultura chefiada pela Secretária de Estado, Maria da Piedade de Jesus, trabalha desde quarta-feira na província de Benguela.



A delegação, que integra ainda o director Nacional dos Museus, Ziva Domingos, e o director Geral-Adjunto do Instituto Nacional do Património Cultural, Emanuel Caboco, tem como missão avaliar o estado da gestão actual do Museu Nacional de Arqueologia de Benguela, incluindo os programas científicos e culturais, apreciar o projecto de reabilitação do Edifício Central do Museu de Arqueologia de Benguela.



Consta dos objectivos apreciar o tratamento do dossier do Edifício de Açucareira, avaliar o estado  da gestão actual do Museu de Etnografia do Lobito, incluindo os programas científicos e culturais, bem como o estado de conservação do Navio Zaire e do seu acervo.



A delegação também avaliar o estado de conservação do Centro Histórico da Catumbela, com particular realce para o Forte São Pedro, o Challet Chiquito e a antiga administração colonial, avaliar o estado de conservação e de gestão das estações arqueológicas de Cachama e de Dungo.



A delegação manteve já um encontro de trabalho com o Governo Provincial de Benguela encabeçado pelo governador Rui Falcão com quem procedeu uma radiografia sobre o estado do sector da Cultura.



O Governo Provincial manifestou o seu interesse em colaborar com o Ministério da Cultura na reabilitação dos equipamentos culturais e na valorização do património edificado e dos sítios arqueológicos da Província de Benguela a fim de serem colocados ao serviço das comunidades locais, nesta nova era da descentralização do poder e da administração pública.